TVergonha: o canal de quem assiste o mundo


Enquete
Quem ficaria de fora da sua seleção?
Ronaldo, porque ele é um fenômeno por continuar sendo craque mesmo sem jogar bola
Kaká, porque na seleção brasileira jogador tem que ter nome de macho.
Robinho, porque você não agüenta mais o bordão "pedala Robinho".
Ronaldinho Gaúcho, porque é preciso prezar pela estética do futebol.
Adriano, porque é um saco ouvir a torcida do Flamengo dizer que ele é prata da casa.




16/09/05

A morte do super-homem?

No meu mundo perfeito, existe um código de ética entre a imprensa para que ninguém use como manchete a notícia da morte, captura ou transferência de presídio de nenhum marginal. Sabemos que muitas das crianças pobres, sem ter nada melhor com que sonhar, pensa em crescer e virar traficante. O poder e o respeito que a criminalidade impõe nas favelas do Rio de Janeiro já bastariam como motivo para querer ser no futuro um marginal. Esta semana morreu um assaltante dos mais procurados pela polícia, cujo o nome eu não vou dizer porque basta saber que era um assaltante. Todos os jornais estamparam na capa a notícia. Como diz a música "Meu Guri", "Ele chegou lá". Está no jornal o fim de uma carreira de sucesso. As crianças semi-alfabetizadas - apesar de estar na quinta-série -  nem precisam ler a matéria. A foto já motiva o sonho do que elas querem ser quando crescerem.



 Escrito por Ligia às 19h18 [] [envie esta mensagem]



O que significa cara-de-apu?

Até semana passada, Severino Cavalcanti não sabia o significado da palavra "renúncia". Pelo visto, ele andou consultando o dicionário.

 Escrito por Ligia às 19h06 [] [envie esta mensagem]


06/09/05

As pedras pisam em mim

O estado das ruas do Rio de Janeiro só leva a crer que existe um convênio da prefeitura da cidade com as lojas de sapatos femininos. Nas ruas, paralelepípedos e pedras portuguesas são dispostos providencialmente tortos para deixar "valinhas" onde o salto, mais cedo ou mais tarde, prenderá. Já não sei quantas vezes pisei no chão de cuspe seco porque meu sapato ficou para trás. Muito menos sei quantificar as vezes que vi mulheres nesta mesma situação. Não existe a possibilidade de manter um sapato novo com aspecto de novo depois de um dia de trabalho. E não me refiro aí ao trabalho de contínuo. É simplesmente saltar no ponto, andar até o escritório, sair para almoçar e voltar ao ponto de ônibus. Este mini trajeto é o suficiente para perder um pedaço da sola, arranhar e esfolar o acabamento do sapato. Depois me perguntam porque eu ando tão irritada...

 Escrito por Ligia às 20h37 [] [envie esta mensagem]



Insetos, ô praga!

Eu tenho uma lista de argumentos que prova que a natureza não é assim tão perfeita. Por exemplo, para que existe mariposa bruxa no mundo?



 Escrito por Ligia às 20h27 [] [envie esta mensagem]



Eu tenho medo até de bolsa de jacaré

Li uma notinha no Uol dizendo que a superpopulação de jacarés em Manaus anda assustando os moradores ribeirinhos. À noite, os rios de água doce ganham os olhos sombrios dos répteis que atacam criancinhas e gados além de destruírem os objetos que encontram pela frente. Eu só fico em dúvida se este bicho assusta mais que a barata.  

 Escrito por Ligia às 20h22 [] [envie esta mensagem]


30/08/05

Despontando para o anonimato

Para não desistir da fórmula que uma ou duas vezes deu certo, o grupo É o Tchan fará um novo concurso para escolher a morena substituta (eu disse substituta) da Scheila Carvalho. As candidatas que têm o sonho de virar famosa, podem desistir da idéia, não é mesmo? O É o Tchan caiu e ninguém mais segura. 

 Escrito por Ligia às 20h07 [] [envie esta mensagem]



Agora que o carrinho foi proibido...

Maradona virou nome de rua na Argentina. Mas a homenagem mesmo é o meio-fio pintado de branco.

 Escrito por Ligia às 19h59 [] [envie esta mensagem]


23/08/05

Só falta um Detalhe

Roberto Carlos deu fim a uma de suas supertições e gravou seu disco de fim de ano no mês de agosto. Como fã do seu trabalho, espero que em breve ele acabe com a mania de gravar discos.

 Escrito por Ligia às 20h22 [] [envie esta mensagem]



Santinho de devoção

Não é pombo, nem assalto, nem aquelas ciganas esquisitas. O que me dá medo de andar na cidade do Rio de Janeiro são os entregadores de santinhos. O batalhão fica em posicionamento estratégico para ganhar a guerra de quem empurra mais papéis. Em cada esquina, no mínimo duas pessoas (um posicionado na parte de dentro da curva e outro na parte de fora). Tem também um espaço que eles adoram, entre uma banca de jornal e uma parede. A arma deles ainda faz barulho. Um certo "clac clac" acontece ao bater um papelzinho no outro. Deve ser para chamar a atenção de quem passa, ou quem sabe, para deixar o ofício um pouco menos entediante. Difícil é ignorar todos os soldados cabeça de papel até chegar ao seu destino. Mas ai do pedestre que resolve ser solidário com um destes entregadores. Eles costumam olhar para a mão de quem passa e, percebendo algum papelzinho, insistirão para que pegue o santinho dele também. O pior é saber que aquele bolo de papel que ainda será distribuído tem como destino certo o chão, ajudando a emporcalhar ainda mais a cidade. E tem mais: os culpados não são os agiotas, compradores de ouro e sexy shops que utilizam este veículo de comunicação e sim dos transeuntes que não lêem o recado "não jogue lixo na rua". Erguerei minha bandeira branca.

 Escrito por Ligia às 20h19 [] [envie esta mensagem]


17/08/05

Eu prefiro Foz do Iguacu

Para atrair mais turistas, um vereador propõs mudar a grafia do nome da cidade de Foz do Iguaçu para Foz do Iguassu. Ele entende que os dois esses ajudam na pronúncia dos visitantes estrangeiros. Que cascata, hein?

 Escrito por Ligia às 20h36 [] [envie esta mensagem]


16/08/05

Se idolatria é doença, estou em coma.

Ao contrário de muitas fãns do Chico Buarque, eu não sou apaixonada pelos lindos olhos dele. Morro é de inveja mesmo. A cada música que ouço descubro uma façanha e não me contenho em xingar um palavrão. Com o DVD "Caros Amigos" percebi o verso "A Rosa arrasa meu projeto de vida". A Rosa - arrasa...ah, vai te catar! 

Vê-lo falando é uma delícia, além de dar uma pausa na minha eterna tensão "o que eu vou descobrir na música do Chico desta vez?". Não tem discurso pronto, o entrevistador pergunta, ele gagueja procurando a palavra certa e responde com um português tão fácil quanto aquele falado por nós, mortais. Tão diferente de outros músicos consagrados que falam, falam e não dizem o que podemos entender. Mas, de volta ao DVD, a sensação de inquietude só recomeça quando ele passa a lembrar de datas. Com um pouco de destreza em matemática, o espectador percebe que ele escreveu Retrato em branco e preto e Sabiá com mais ou menos 23 anos. Ah meus 23 anos. Não fiz nada, nem um poeminha simpático para o namorado. Nem uma frase bem construída para responder na prova do vestibular. Claro, mas o Chico ainda diz que naquele tempo ele estava aprendendo a fazer letras. Então significa que canções feitas antes de 68 como Carolina, Pedro Pedreiro, Tem mais samba, Com açúcar e com afeto e Olê Olá, por exemplo, foram praticamente projetos. Uhum. Não sei como as mulheres desejam tanto viver como amantes do Chico. Deve ser difícil conviver com tanto talento e tanta humildade.



 Escrito por Ligia às 20h45 [] [envie esta mensagem]


29/07/05

Nem se fosse os dois filhos de Francisco Buarque de Holanda

Quem for assistir o filme que conta a história do avô da Wanessa Camargo pode me contar? É que eu li uma crítica no jornal O Globo sobre o longa que dizia que o filme pode decepcionar fãns e surpreender quem não gosta de música sertaneja. Como o filme é da Globo Filmes, prefiro acreditar em quem for enfrentar o preconceito e a trilha sonora.

 Escrito por Ligia às 20h21 [] [envie esta mensagem]


24/07/05

Eu rio

Este é o principal morro de uma das cidades mais violentas do Brasil. Dá para acreditar?



 Escrito por Ligia às 09h38 [] [envie esta mensagem]



Sou mais os jurados do Raul

O Fama de ontem tinha três jurados: a cantora Luciana Melo, o diretor do programa Magalhães e o produtor musical Guto Graça Melo. Era até constrangedor ouvir uma crítica que não fosse a do especialista. Enquanto os dois primeiros se resumiam ao "gostei, acho só que faltou isso ou aquilo", Guto Graça Melo dava aula. Só pecou por não ter falado nada sobre o repertório apresentado. Afinal de contas, é estranho acreditar que todos os candidatos têm mal gosto musical. Um dos melhores cantores cantou Alma Gêmea, do Fábio Júnior. Isso é música para um show de calouros? Se fosse Marli Marlei ou José Messias tirava um ponto. 

 Escrito por Ligia às 09h14 [] [envie esta mensagem]



Mais Fama

O pouco que eu acompanho, acho o trabalho de trilha sonora da Globo impecável. Mas precisava mesmo que a apresentação de todos os candidatos do Fama seja para cantar músicas que estão na trilha sonora das novelas? Certamente eu nem me daria conta se não fosse um clipe cafajeste que aparece um pouco antes do candidato entrar no palco para defender a sua canção. E olha como o esquema é democrático: o cantor-amador pode escolher entre uma música da Malhação, da novela das seis, da novela das sete ou da novela das oito. Uma moça até me surpreendeu cantando uma bossa nova da novela Laços de Família, que já saiu do ar, quando percebi a minha tolice. A novela está sendo reprisada no Vale a Pena ver de Novo. Acreditem se quiser, mas na edição que eu vi, ainda fizeram um clipe com os candidatos cantando, cada um uma frase, da música de abertura de A Grande Família. A gente imagina que a intenção é formar cantores e percebe que o que está por trás da proposta é a divulgação, fazer um grande comercial da Som Livre. Eu não consigo mais ter bom humor com esta necessidade de auto-referência da Globo. Vai se masturbar no Vídeo Show!



 Escrito por Ligia às 08h43 [] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   
 



Amigos telespensadores, eu não agüento mais assistir televisão. A TV aberta me derrotou. Devo confessar que as notícias sobre corrupção no governo ajudaram, já que depois que assisto aos telejornais só me resta desligar a TV. Mas como a programação não muda, o Tvergonha acaba se repetindo. Criticando os mesmos apresentadores e os mesmos programas que continuam dando IBOPE. Ou seja, as piadas foram ficando velhas. Já que a televisão ganhou um estágio inferior, agora este canal falará de tudo que dá vergonha, sem perder o humor. Mas porque não, tudo que dá orgulho? Seja bem-vindo ao novo TVergonha.

tvergonha@uol.com.br






Histórico
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004







O que é isto?